Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



#71

Pedro Simão Mendes, em 03.10.10

«imaginar que chovem pétalas, que caem num pranto. através do ar um arremesso de flores, saem da mão sem força que anime. mais parece que já só me resta acordar dum sonho mau que assusta e desperta. ficar onde tudo acaba, onde nada volta. lancei uma pedra ao fundo, que quebrou o mundo em dois. dois pedaços juntos, que acolhi nas mãos que o separam. onde tudo irá recomeçar do vazio, moldarei tudo o que queira e que seja sempre bem real. lancei uma pedra ao fundo que quebrou o mundo. ficar onde tudo acaba, onde nada volta. parece que só me resta acordar num sonho bom.»

 

a perfeição das palavras de ronaldo fonseca, vocalista dos peixe:avião, em "prantos de pétalas", inserida no seu segundo álbum, "madrugada".

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 10:55


comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.




mensagens

pesquisar

  Pesquisar no Blog