Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



#518

Pedro Simão Mendes, em 31.05.13

há uns anos valentes que não andava de bicicleta. ontem quebrei o hiato e andei cerca de 15, 20 minutos.

apesar do pouco tempo que pedalei, escusado será dizer que hoje me dói o rabo. foda-se.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 10:46

Se a morte me aguarda

Pedro Simão Mendes, em 31.05.13

Bradas aos céus a que te sabe o sangue.

Choras na terra o inferno que vives

e dizes

Se a morte me aguarda, por ela espero,

desespero. Desespera comigo.

 

E eu não posso.

A morte já me encontrou.

Esperarei com ela, por ti,

meu bem.

 

escrito a 27.05.2013

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 00:35

#516

Pedro Simão Mendes, em 27.05.13

não sei que diga.

e como não sei que dizer, escrevo. se ao menos o que escrevesse fizesse sentido ou importasse, talvez escrevesse para vós. escrevo para mim, que gosto de palavras. palavras de morte e sangue; palavras de noite e frio; palavras de vida e sol; de mundo e de sentir; de amor e sexo; de sempres e de nuncas.

 

escrevo para mim e as palavras hão-de matar-me, por não saber para onde me levam. esta noite, hei-de adormecer com o desejo de sonhar com um novo dia; mas hei apenas de sonhar com a noite e com o frio que ela traz. talvez morra esta noite, ou talvez acorde para ver mais um dia sem sentido. de qualquer das formas, já estou morto por dentro.

 

boa noite.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:10

#515

Pedro Simão Mendes, em 26.05.13

less. productive. day. ever.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 19:21

#514 ou na noite que nunca acaba

Pedro Simão Mendes, em 26.05.13

quatro fotos novas no álbum Here at the end of the world, sobre a noite e o que vem depois: nada.

 

nightly endings


nightly endings, 26.05.2013

na noite que nunca acaba

 

     foi o meu corpo amachucado que caiu ao chão, na noite que nunca acaba. tentaste queimar-me a pele com beijos ígneos, carícias labiais, mas o frio não me deixa arder. desfaço-me em água que evapora, porque és aço em brasa e o que se dá do nosso toque é apenas fumo, efémero como o tempo e a noite.

 

escrito a 26.05.2013

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 16:24

in the dark

Pedro Simão Mendes, em 25.05.13

don’t you cry, little dove

they will find us if you do.

don’t you hide from me, my love

'cause I will find you too.

 

those eyes in the dark,

they see us.

 

when the world ends

and all the colors have been gone,

they’ll see us better in the dark.

 

those eyes in the night,

they see us.

 

escrito a 25.05.2013

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 18:30

olhos dentados

Pedro Simão Mendes, em 24.05.13

morrer traz-me o sabor

do carvão que pinta olhos

circundados de dentes aguçados.

vêem-me esses olhos por dentro.

abro um livro nu e não sei porque te perdi.

há lençóis de saudade que esvoaçam e,

como ondas, rebentam. e não sei porque te perdi.

 

escrito a 17.05.2013

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 10:24

spring playlist

Pedro Simão Mendes, em 24.05.13

à semelhança da winter playlist, segue-se uma (relativamente maior) para a primavera. abandonar aos poucos a deprimência do inverno com os primeiros raios de sol. quando chegar o verão, a música será bastante diferente.

 

  1. The Last Waltz - A Jigsaw
  2. It's hard to get around the wind - Alex Turner
  3. Grandfather Clocks - Apple Horse
  4. Passeio de bicicleta - Asterisco Cardinal Bomba Caveira
  5. I Love - Athlete
  6. Dark Hall - Au Revoir Simone
  7. 98 - B Fachada
  8. Santa Fe - Beirut
  9. Life In Techicolor ii - Coldplay
  10. Kiss Me, Oh Kiss Me - David Fonseca
  11. Algo Novo - Deolinda
  12. Gente Torta - Deolinda
  13. Whatever (Folk Song In C) - Elliot Smith
  14. Big Jumps - Emiliana Torrini
  15. Day Two - Explosions In The Sky
  16. I'm A Pilot - Fanfarlo
  17. All This and Heaven Too - Florence & The Machine
  18. When We First Met - Hellogoodbye
  19. Grow Till Tall - Jónsi
  20. Atlas Song - Jónsi & Alex
  21. Birdo - Josephine Foster
  22. All Is Love - Karen O and The Kids
  23. The Next Time Around - Little Joy
  24. Evaporar - Little Joy
  25. Lovers' Lollypops - Long Way To Alaska
  26. Just Make It Stop - Low
  27. Falcon - minta & the brook trout
  28. Future Me - minta & the brook trout
  29. Beasty Jane - Moriarty
  30. Love Love Love - Of Monsters and Men
  31. Tudo Floresce - Os Pontos Negros
  32. Step Up For The Cool Cats - Palma Violets
  33. Suit Yourself - Shout Out Louds
  34. Hoppípolla - Sigur Rós
  35. Two Cousins - Slow Club
  36. Dance 'Til Morning Light - Slow Club
  37. Sun It Never Comes - Spokes
  38. We Tried - The Drums
  39. Trouble Sleeping - The Perishers
  40. The Tide That Left And Never Came Back - The Veils
  41. Rich Girls - The Virgins
  42. O Lugar - Tiago Bettencourt
  43. Mansard Roof - Vampire Weekend
  44. White Sky - Vampire Weekend
  45. Hannah Hunt - Vampire Weekend
  46. Young Lion - Vampire Weekend

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 01:20

#510

Pedro Simão Mendes, em 24.05.13

anteontem apareci no jornal. parecendo que não, este foi um dos maiores feitos da minha vida. porquê?, podem perguntar...

como presidente da associação de estudantes de psicologia da universidade do minho, fiz parte da organização da quarta edição do sipum (seminário de investigação em psicologia da um). este seminário durou dois dias, deu imenso trabalho, obrigou-me a escrever um discurso; por outro lado, fez com que fosse entrevistado e, por isso, aparecesse no jornal.

esta foi, muito provavelmente, a melhor edição do sipum até agora. um dos nosso objectivos era conseguir dar mais visibilidade ao evento. conseguimos que houvesse a participação de uma professora de lille, frança e um professor de canterbury, nova zelândia. a adesão foi maior em relação aos anos anteriores. por isso, no final de tudo, foi muito compensador o tempo investido na sua organização. tudo para dizer que os objectivos foram cumpridos, talvez até superados, e isso foi um marco importante para mim. é bom ter esta sensação de realização.

 

paralelamente, as minhas actividades académicas estão tão complicadas de gerir que acho que estou a entrar (se é que já não entrei) numa espiral tenebrosa de procrastinação face aos meus deveres, que vai dar (ou está já a dar) ainda mais cabo de mim.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 01:08

Pág. 1/3




mensagens

pesquisar

  Pesquisar no Blog