Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



o que de mais belo vi neste mundo

Pedro Simão Mendes, em 23.07.13

    o que de mais belo vi neste mundo foi a lua. e o mais curioso é que a lua não é deste mundo. gostaria de, tal como a lua, não ser deste mundo, para que também eu pudesse ser belo como ela. ser de um mundo onde o mais belo que existe não é sequer desse mundo dói. e dói mais ainda por não se poder fazer parte da beleza que a lua é, admirando-a apenas de longe.

    quero morrer numa noite estival de plenilúnio, onde a lua me contemple do alto e a sua pálida luz me afague a pele fria uma vez mais.

 

escrito a 23.07.2013

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 15:29

fusível

Pedro Simão Mendes, em 21.07.13

não sonhes mais com beijos setentrionais

que atordoam de frio teus lábios,

mas antes com o toque fusível

que concedo a teu corpo.

 

escrito a 21.07.2013

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 23:34

#535

Pedro Simão Mendes, em 20.07.13

oh, que é tão triste isto ser tão verdade. nem sei se quero saber onde vamos parar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 02:47

Há pássaros, não céu

Pedro Simão Mendes, em 10.07.13

Há pássaros que em cinzas

voam

e espalham

memórias graníticas

que estilhaçam

o toque

que,

mudo,

se calou.

Mas não há céu.

 

escrito a 09.07.2013

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:54

she and I and a brand new start

Pedro Simão Mendes, em 03.07.13

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 17:59



mensagens

pesquisar

  Pesquisar no Blog