Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


nunca foste do mar

Pedro Simão Mendes em 27.05.19

nunca foste do mar mas há tanto mar em ti para descobrir, para navegar, para imergir e me afogar. escrito a 23.05.2019

menos mar

Pedro Simão Mendes em 17.11.18

dá-me a chuva, meu amor dá-me a água doce de um rio ou até a de um ribeiro bravio mas menos mar menos mar, por favor. escrito a 16.11.2018

solução

Pedro Simão Mendes em 10.08.18

sou sal dissoluto no teu mar. escrito a 06.08.2018

pélago

Pedro Simão Mendes em 06.08.18

guardas tanto mar em ti e ninguém que o prove. escrito a 13.07.2018

longe do mar

Pedro Simão Mendes em 28.07.18

não sei que sinto quando fico longe do mar e estou longe, meu amor, tão longe do teu mar. escrito a 26.06.2018

jorro

Pedro Simão Mendes em 27.07.18

vi de teu olhar brotar um mar senti-lhe o sabor em teus lábios vi um mar jorrar de teu olhar em meus lábios ainda lhe sinto o sabor escrito a 29.05.2018

quando chove

Pedro Simão Mendes em 14.11.17

o mar arde-me sempre nos olhos. e eu só não trago o mar nos olhos quando chove. escrito a 21.10.2017

até à costa

Pedro Simão Mendes em 21.10.17

até à costa caminhei para te beijar, nos olhos trouxe o mar quando voltei. escrito a 12.09.2017

Do mar do Norte

Pedro Simão Mendes em 22.08.17

Hoje fui sozinho ao mar. Sentia precisar de um mar que me salgasse a alma e me expurgasse os males que carrego em mim. Mas aqui há demasiado vento, há a nortada. E sentir o sa...



mensagens

pesquisar

  Pesquisar no Blog